Blog

3 mitos e 3 verdades sobre portões automatizados

Mesmo que esta tecnologia tenha se popularizado, ainda há algumas dúvidas entre o público consumidor

30/01/2020

Quando bem instalado e bem preservado, o portão automatizado se torna um importante aliado na segurança de residências, condomínios, empresas e indústrias. Mas alguns mitos precisam ser derrubados quando o assunto envolve tipos de produtos, capacitação e manutenção. Vamos a eles:

 

1 – Qualquer portão pode ser automatizado.

Verdade!

Antes de instalar o motor, é necessário saber qual o tipo se adequa ao modelo do portão, tamanho, peso, velocidade disponível do automatizador, quantas vezes ele será acionado no dia, a intensidade da força a ser usada, se haverá passagem para pedestres ou só para veículos. E só quem pode orientar o consumidor sobre isso, é o instalador.

 

2 – É realmente necessário fazer manutenção preventiva.

Verdade!

Esse hábito serve para preservar melhor o equipamento, como manter os trilhos limpos e as engrenagens lubrificadas. Caso note algum barulho diferente ou trepidação, o instalador deve ser chamado – adiantar-se em descobrir eventuais problemas no equipamento reduz custos e contratempos. O recomendado é que haja a visita do profissional de instalação uma vez ao ano, para se certificar de que o funcionamento do portão não está comprometido de alguma forma.

 

3 – Podemos abrir o portão, mesmo com o motor quebrado.

Mito!

Se o motor está danificado, desligue o automatizador e chame o instalador.

 

4 – A trava elétrica é mesmo importante.

Verdade!

E muito! Por isso ela deve estar sempre lubrificada para que não haja impedimentos no funcionamento do motor.

 

5 – A necessidade de manutenção preventiva ou corretiva significa que o motor seja de baixa qualidade.

Mito!

Assim como qualquer equipamento que fica exposto, o motor está sujeito às mudanças de temperatura, aos raios solares, à chuva. E desta forma, com o passar do tempo, apresenta a necessidade de um “check up”. As avarias também podem aparecer devido ao número de acionamentos do portão, pancadas, colisões. Por melhor que seja o seu motor, não dispense a palavra do profissional!

 

6 – Qualquer pessoa pode instalar e reparar um portão automático.

Mito!

Esse trabalho deve ser feito impreterivelmente por um profissional da área, qualificado e certificado. Se a tarefa ficar nas mãos de um “curioso”, isso poderá acarretar em dores de cabeça futuras – sem falar no risco à segurança do imóvel e das pessoas.

 

Compartilhar