Blog

Você conhece a Teoria do Triângulo do Crime? Saiba como ela pode influenciar na sua segurança!

"Estudar" a ação dos criminosos é estar vários passos a frente deles; produtos e tecnologia também são grandes aliados para a segurança pessoal e patrimonial

19/03/2020

O termo pode parecer, no mínimo, curioso e soar como o título de algum filme policial, mas ele foi criado por vários especialistas em segurança e serve para “medir” os problemas que envolvem o combate e a prevenção aos crimes contra residências, patrimônios e pessoas.

Conhecer o triângulo do crime é uma forma de antever os perigos e se adiantar – ficar passos à frente do criminoso e, assim, diminuir as chances de que você, sua casa ou empresa seja lesado.

Vamos entender, então, como funciona o triângulo do crime e sua ligação com a sua segurança: Trata-se de uma teoria desenvolvida por especialistas em criminologia que analisa o jeito como os meliantes agem. Ao longo de vários anos de observações e com o objetivo de antever as ações criminosas, o triângulo foi criado para auxiliar a empresa de segurança e seus colaboradores – como os instaladores – a compreender como funciona a cabeça de um ladrão – como age, quando, onde, por que motivação, enfim, o “estilo” do bandido. Tudo é levado em consideração e essa técnica ajuda as empresas e indústrias a desenvolver novas tecnologias e produtos.

A teoria do triângulo do crime lista tudo o que pode ter levado o meliante a agir de tal ou tal forma, analisa suas técnicas, as oportunidades e a partir daí elabora meios para barrar sua ação. Assim, as três variáveis estudadas são a vítima, o bandido e a ação em si.

Dentro deste triângulo, há outro onde estão a motivação do criminoso (o meio em que vive, influências, suas motivações para roubar), a técnica empregada por ele (o ato de “visar” uma casa, suas habilidades, instrumentos utilizados para a invasão) e a oportunidade que, sem querer, a vítima pode facilitar.

Adotar essa técnica é uma medida de prevenção valiosa, levando-se em conta a observação de dados estatísticos de cada cidade ou bairro, analisando os aspectos da sua residência ou comércio e, é claro, contar com equipamentos adequados que demandam investimento, mas resultam em uma segurança mais eficaz. Afinal, toda essa tecnologia está aí pra isso! 

Além de saber como funciona o raciocínio do triângulo do crime, não se deve abrir mãos do conhecimento acerca dos produtos direcionados à segurança; aderir a equipamentos e à vigilância (eletrônica e humana) vale muito para reduzir a incidência (ou reincidência) de crimes.

Compartilhar